sábado, 25 de julho de 2009

Em respeito ao meio ambiente: ecobags


Toodo mundo já viu ou ao menos ouviu falar. Mas usa mesmo?
Tá, é difícil ter milhões de ecobags pra fazer uma compra grande de supermercado, mas quando a compra for pequena, por que não? (Ei, lembra do carrinho de feira da vovó? está super em alta!).
Outro dia fui comprar três peças de queijo e o atendente já ia pegando a sacolinha plástica, mas eu disse: "não precisa, eu tenho a minha!" Apesar de ele ter achado estranho, eu saí da loja com muito mais estilo e conforto =D

Pra você ter noção: em Paris cobra-se três centavos de euro por sacolinha. Com o Euro a 2,68 ficaria em oito centavos de real. Não é à toa que alguns supermercados estão dando desconto de 3 centavos a cada cinco produtos para quem levar sua sacolinha. (ainda não vi isso em BSB, se alguém souber, avise).

Há vários tipos de ecobags, as primeiras que surgiram eram de pano e diziam "I'm not a plastic bag", depois o Brasil aderiu ao "Eu não sou uma sacola de plástico" e várias grifes, artesãos e até as redes de supermercados passaram a vender suas próprias versões das sacolas, que não são de plástico. As minhas são dobráveis em nylon resinado, pois julguei que seriam menos permeáveis - já que eu sou um bocadito desastrada - apesar de os ecologicamente corretíssimos dizerem que esse material não é o ideal por ser derivado do petróleo, mas como são de edição limitada e minhas sobrinhas-netas as herdarão, ufa! fico mais tranqüila (com trema porque até que me obriguem ou me convençam, sou rebelde à reforma ortográfica). O material mais ecológico seria o algodão cru.

Minhas sacolinhas são da La Reina Madre (sim, eu gosto de laranja!). Há também uma solução criativa e dobrável aqui, que você pode aprender a fazer aqui. Outros materiais também são utilizados na confecção das sacolas, como o tactel. E aqui ensina a fazer uma do tamanho das sacolinhas de supermercado.

Procurando nos sites de busca, porque não existe só um - apesar de não parecer -, você encontra umas baratinhas.

Viu? Não tem desculpa pra ao menos colocar o lápis de olho e o blush que viu no shopping e decidiu comprar dentro da própria bolsa ou ter ao menos uma sacolinha não-descartável pra colocar a ruffles e a coca pro lanche da tarde, que foi buscar ali na banca de revistas. =]

Não se convenceu? Aqui tem razões pra diminuir a quantidade de sacolinhas plásticas descartáveis e aqui tem um artigo bem legal sobre a utilização de sacolas plásticas.

Bjs e bom fim de semana!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails